marco civil GrauDeEntradaMaisPopularesRTs

http://www.labic.net/grafo/o-marco-civil-uma-controversia-a-cartografar/

Em parceria com o LABIC/UFES, de outubro de 2012 a janeiro de 2013, começamos a acompanhar a movimentação em torno da hashtag #MarcoCivil no Twitter. O primeiro registro da hashtag é de 2009, quando houve uma mobilização para propagar a consulta pública, aberta pelo governo federal, para que diferentes atores pudessem se manifestar sobre a redação da lei que iria definir um marco dos direitos e deveres dos usuários de internet no Brasil.

Após três anos, em 2012, a lei se encontrava pronta no Congresso para votação. O ex-presidente da Câmara, Marco Maia (PT), tomava a decisão de submeter à deliberação dos deputados o relato da lei feito pelo deputado Alessandro Molon (PT). É nesse contexto que vamos extrair todas as menções do termo “marcocivil” no Twitter, usando o software YourtwapperKeeper. De posse de quase 25 mil tweets no período de três meses, extraímos (usando um script em R) a rede de RTs do #marcocivil, que contabilizou 5400 retweets.

A visualização de dados foi feita no Gephi. E o primeiro grafo plotado foi o de Grau de Entrada, que mostra os perfis que obtiveram maior número de Retweets. Assim, se um perfil obteve 20 RTs, somou grau 20. Conforme o grafo a seguir, é possível visualizar – de modo interativo – as estatísticas de cada um dos perfis que obtiveram algum RT nessa rede. O “povoamento” mais claro no mapa significa que houve mais interação entre os componentes que estão no centro da rede, ou seja, tais perfis propagavam mais tweets um dos outros, criando uma ação coletiva mais homogênea

Site da cartografia: http://www.labic.net/grafo/o-marco-civil-uma-controversia-a-cartografar/