cartaztaller

O Mapeando o Comum na Grande Vitória se propõe a discutir o termo comum e sua importância no mundo contemporâneo, mediante a realização de workshop, palestras e visitas técnicas. As atividades desenvolvidas baseiam-se em metodologia concebida por Pablo de Soto e outros pesquisadores espanhóis, gregos, turcos.

O mapeando o comum já ocorreu nas cidades de Atenas, Istambul, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Quito, sendo um projeto de cartografia que desenvolve a parametrização, o mapeamento e a produção de textos e documentários curtos.

O evento é dirigido a integrantes de movimentos sociais, ativistas, militantes, coletivos, artistas, ambientalistas, grupos de pesquisa, estudantes e docentes interessados em cartografia, nas suas diversas abordagens, e que acompanham e estudam movimentos sociais, conflitos socioambientais e urbanos da Grande Vitória.

Gostaríamos que você partilhasse conosco a sua vivência criativa e ativista, os conflitos e as dificuldades que enfrenta em sua atuação, as cooperações e encontros com que se depara. Desejamos, enfim, promover reciprocidade e interações sobre as experiências, os meios, os métodos e as formas de ação dos grupos promotores e dos convidados do Mapeando o Comum na Grande Vitória.

Contamos com sua participação!

Cadastro