A força política da filosofia de Gilbert Simondon passa pela potência de romper a relação de alienação que o humano mantém com o objeto técnico. O trabalho e a invenção que se materializam nesse último não são reconhecidos em sua humanidade, especialmente quando o objeto técnico ultrapassa o nível elementar de instrumentos e ferramentas, alcançando a condição de aparelho. É preciso apropriar-se do saber sobre os esquemas básicos de funcionamento dos indivíduos e conjuntos técnicos para reverter o sinal da alienação. Não para tornar-se técnico-especialista, mas para agir politicamente disputando o sentido da tecnologia, para informar sua concretização.

É nesse momento que a filosofia não-autocrática da técnica se encontra com os movimentos que fazem tecnopolítica. Movimentos que se apropriam dos objetos técnicos, experimentam e modificam sua operação fazendo-os funcionar para si. Esse é o objetivo da oficina de LibreMesh, tornar explícitos os esquemas de funcionamento de um objeto técnico específico e com o qual nos conectamos cotidianamente, qual seja, o roteador de rede local sem fios (WLAN), mais conhecido por Wi-Fi, relacionando-o aos conceitos de objeto aberto e objeto fechado desenvolvidos por Simondon.

LibreMesh é um firmware utilizado por redes comunitárias que, quando instalado nos roteadores WLAN, altera o funcionamento dos aparelhos que passam a desempenhar funções inicialmente imprevistas em sua configuração de fábrica. A oficina deve percorrer o passo a passo de instalação do LibreMesh na prática, um processo que é cheio de metáforas culinárias, e que dá a ver os potenciais de funcionamento das redes locais.

A oficina é realizada pelo MediaLab.UFRJ e pela Rede Lavits em parceria com a Coolab, uma cooperativa de redes livres criada para “fomentar infraestruturas autônomas”. Deve seguir-se de um debate com pesquisadores, ativistas e demais interessados. A oficina faz parte da programação do III Colóquio Internacional Gilbert Simondon – Individuação e Inovação.

A participação é gratuita e aberta ao público (sem necessidade de inscrição), por ordem de chegada e sujeita à lotação do espaço. Não é necessário trazer notebook à oficina, mas desejável.

Realização:
  • MediaLab.UFRJ
  • Rede LAVITS

Organização:

  • Bruno Viana (Coolab)
  • Diego Vicentin (LAVITS/ITA)
  • Marcelo Saldanha (Coolab)
  •  Thiago Novaes (Coolab)

Parceria:

  • Coolab
  • Museu do Amanhã

Apoio:

  • Fundação Ford

Local: MediaLab.UFRJ, Escola de Comunicação/UFRJ, Sala 106.

Av. Pasteur nº 250, Campus Praia Vermelha – Urca.

Data: 30/10/2017 (14h-17h)