Economia Psíquica dos Algoritmos: racionalidade, subjetividade e conduta em plataformas digitais

10 de março de 2020

  Esse projeto investiga a gestão algorítmica de dados psíquicos e comportamentais de usuários de aplicativos e plataformas digitais, tendo em vista compreender o modelo de racionalidade aí vigente, bem como seus efeitos sobre a subjetividade e a conduta desses usuários. Para tanto, visa explorar três eixos complementares. O eixo teórico- conceitual efetuará uma breve genealogia da racionalidade algorítmica, buscando…

Leia mais

Mediação algorítmica em plataformas digitais: racionalidade, subjetividade e conduta.

8 de maio de 2019

RESUMO:  Esse projeto investiga a mediação algorítmica da experiência em ambientes e plataformas digitais, tendo em vista compreender seus regimes de racionalidade, bem como seus efeitos sobre a subjetividade e a conduta. Para tanto, visa explorar três eixos complementares. O eixo teórico-conceitual efetuará uma revisão das noções de mediação e agência no campo das ciências sociais, propondo a sua atualização…

Leia mais

Algoritmização da vida: revirando os fundamentos da automação

19 de junho de 2018

Por Lorena Regattieri   Algoritmos não são objetos autônomos, mas são modelados pela ‘pressão’ das forças sociais externas. O algoritmo deixa ver a dimensão maquínica das máquinas informacionais, contra as interpretações simplesmente ‘linguísticas’ das primeiras teorias da mídia. De todo modo, dois tipos de máquina informacional ou algoritmo atuam diferentemente: algoritmos para traduzir informação em informação (quando se codifica um…

Leia mais

ALGORITMOS DA PARANOIA: AGÊNCIA, SUBJETIVIDADE E CONTROLE

Por Paulo Faltay   “O algoritmo do Tinder mudou, tenho certeza! Meus matches diminuíram consideravelmente nas últimas semanas depois da atualização”. As frases são de uma conversa com um amigo que procurava demonstrar como a recente queda no número de combinações amorosas estaria relacionada a uma estratégia deliberada para incitar e manter pessoas conectadas ao aplicativo. O que me interessa…

Leia mais

Vigilância e repressão sobre a imprensa operária carioca no século XX: o caso das gráficas do PCB

Por Wilson Milani   Os agentes policiais cuidaram da composição da imagem. É como se provas irrefutáveis de um crime estivessem sendo expostas. Um olhar e uma atenção vigilantes se dedicam a documentar a cena, organizando o campo visual de modo a extrair dele o máximo possível de informação. Uma narrativa de “subversão” e “perigo” é construída pela disposição mais…

Leia mais

EXPULSIÓN: Cartografias del desplazamiento

31 de janeiro de 2018

  O projeto Expulsión investiga o processo de deslocamento forçado de comunidades indígenas na Cordillera del Condor, território ancestral do povo Shuar, devido a expansão massiva da fronteira extrativista na região. Localizada no sul do Equador, junto a divisa com o Peru, a Cordillera del Condor é um território de características únicas, marcado por extrema biodiversidade e alto índice de…

Leia mais

O paciente 00001: o caso Febrônio Índio do Brasil

28 de janeiro de 2018

Febrônio Índio do Brasil: Crime, Loucura, Sexualidade e Raça nos anos 1920 e 1930, pesquisa desenvolvida pelo Medialab em parceria com o Instituto de Psicologia da UFRJ faz mapeamento histórico das relações discursivas, clínicas, técnicas e jurídicas na constituição da figura do indivíduo perigoso no Brasil do início do século XX  Apresentação- Paciente nº 000001 do Manicômio Judiciário do Rio…

Leia mais

#DroneHackademy

6 de abril de 2015

Os UAVs (Unmanned Aerial Vehicles ou Veículos Aéreos Não Tripulados), também chamados drones, estão revolucionando nossa concepção de espaço. Eles estão transformando conceitos como privacidade, fronteiras, guerra, espaço urbano e aéreo, mas também nos fazem questionar os limites que colocamos a essas máquinas de poder. A #DRONEHACKADEMY, convocada por Pablo de Soto e produzida no contexto do LAVITS, nasce com…

Leia mais

O clima na Wikipédia

7 de agosto de 2013

O que está em jogo na controvérsia sobre o aquecimento global e como ela é negociada pelos wikipedistas Cartografia realizada por Bernardo Esteves (HCTE/UFRJ), Dylan Araújo e Natalia Mazzote (ECO/UFRJ), no âmbito da disciplina "Cartografia de controvérsias", coordenada pela professora Fernanda Bruno (ECO/UFRJ). Elaborada a partir de resultados da pesquisa de doutorado de Bernardo Esteves orientada pelo professor Henrique Cukierman…

Leia mais

Tupivivo

Cartografia afetiva nas nuvens das raízes profundas http://www.tupivivo.org Os Tupinambá de Olivença vivem no Sul da Bahia entre os Municípios de Ilhéus, Una e Buerarema. É uma região de Mata Atlântica, situada a 10 quilômetros ao sul da cidade de Ilhéus e se estende da vila de Olivença próxima ao mar até a região serrana formada pelas serras das Trempes e do…

Leia mais

Mapping the Commons

1 de agosto de 2013

http://mappingthecommons.net In today’s world, the recurrent concept of the commons elaborates on the idea that the production of wealth and social life are heavily dependent on communication, cooperation, affects, and collective creativity. The commons would be, then, those milieu of shared resources, that are generated by the participation of the many and multiple, which constitute the essential productive fabric of…

Leia mais