Economia Psíquica dos Algoritmos: racionalidade, subjetividade e conduta em plataformas digitais

10 de março de 2020

 

Esse projeto investiga a gestão algorítmica de dados psíquicos e comportamentais de usuários de aplicativos e plataformas digitais, tendo em vista compreender o modelo de racionalidade aí vigente, bem como seus efeitos sobre a subjetividade e a conduta desses usuários. Para tanto, visa explorar três eixos complementares. O eixo teórico- conceitual efetuará uma breve genealogia da racionalidade algorítmica, buscando identificar os principais modelos psíquicos e comportamentais utilizados nos processos algorítmicos de previsão e modificação de condutas. O eixo metodológico pretende propor pistas para a pesquisa sobre processos algorítmicos no campo das ciências sociais e da comunicação. O eixo empírico, por fim, realizará estudos de caso sobre aplicativos que monitoram, analisam e utilizam dados psíquicos, comportamentais e emocionais para previsão e modificação de condutas.

Coordenação:

Profª Fernanda Bruno, com o apoio do CNPq (Bolsa de Produtividade em Pesquisa/CNPq).

Pesquisadores Pós-Graduação 

Anna Bentes, Doutoranda do PPGCOM-UFRJ

Debora Pio, Doutoranda do PPGCOM-UFRJ

Mariana Antoun, Mestranda do PPGCOM-UFRJ

Paula Cardoso, Doutoranda do PPGCOM-UFRJ

Paulo Faltay, Doutorando do PPGCOM-UFRJ

Pesquisadores Iniciação Científica

Helena Strecker Gomes Carvalho, Graduanda Instituto de Psicologia UFRJ

Jordane Jacintho Vieira, Graduanda Instituto de Psicologia UFRJ

Publicações relacionadas ao projeto: 

BRUNO, Fernanda. A economia psíquica dos algoritmos: quando o laboratório é o mundo. Jornal NEXO, 12 de junho de 2018. Disponível em: < https://www.nexojornal.com.br/ensaio/2018/A-economia-ps%C3%ADquica-dos-algoritmos-quando-o-laborat%C3%B3rio-%C3%A9-o-mundo>

BRUNO, Fernanda; BENTES, Anna; FALTAY, Paulo. Economia psíquica dos algoritmos e laboratório de plataforma: mercado, ciência e modulação do comportamento. Revista Famecos, Porto Alegre, v. 26, nº 3, set-dez, 2019.  Disponível em: <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/article/view/33095 >

BRUNO, F.; BENTES, A.; ANTOUN, M.; CARDOSO; P.; FALTAY, P.; STRECKER, H.; MARRAY , M.; ROCHA, N. (2020). “Tudo por conta própria”: aplicativos de autocuidado psicológico e emocional. Rio de Janeiro: MediaLab.UFRJ. Disponível em: <http://medialabufrj.net/wp-content/uploads/2020/05/Relato%CC%81rio_PsiApps_MediaLabUFRJ-1.pdf >

Referências Bibliográficas:

BENTES, Anna. Dobras #4 // Quase um tique: economia da atenção, vigilância e espetáculo a partir do Instagram, 2018. Disponível em: < http://medialabufrj.net/blog/2018/05/dobras-4-quase-um-tique-economia-da-atencao-vigilancia-e-espetaculo-a-partir-do-instagram/>

CALIMAN, Luciana. Os regimes da atenção na subjetividade contemporânea. Arq. bras. psicol., Rio de Janeiro , v. 64, n. 1, p. 02-17, abr, 2012.

CITTON, Yves. The ecology of attention. Malden, MA: Polity Press, 2016.

CRARY, Jonathan.  Suspensões da percepção: atenção, espetáculo e cultura moderna. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

________. 24/7 – Capitalismo e os fins do sono. São Paulo: Contraponto, 2014.

EYAL, Nir. Hooked: How to Build Habit-forming Products. Nova York: Portfolio/Penguin, 2014

FALTAY, Paulo. Dobras #3 // Algoritmos da paranoia: agência, subjetividade e controle, 2018. Disponível em: < http://medialabufrj.net/blog/2018/05/dobras3-algoritmos-da-paranoia-agencia-subjetividade-e-controle/>  

GOLDHABER, Michael H. The Attention Economy and the Net, 1997. Disponível em:<http://www.well.com> Acesso em 15 de dezembro de 2017.

GUATTARI, Félix. O inconsciente maquínico: ensaios de esquizo-análise. Tradução de Constança Marcondes César e Lucy Moreira César. Campinas: Papirus, 1988.

HUI, YUK. Cosmotechnics as Cosmopolitics. e-flux journal 86 (Novembro de 2017). Acessado em 19 de novembro de 2017. Disponível em: http://www.e-flux.com/journal/86/161887/cosmotechnics-as-cosmopolitics/

LAZZARATO, Maurizio. Signos, máquinas, subjetividades. São Paulo; Helsinque: n-1 Edições; Edições Sesc São Paulo, 213p., 2014

LEONELLI, Sabine. What difference does quantity make? On the epistemology of Big Data in biology. Big Data & Society 1, 2014.

O’NEIL, Cathy. Weapons of math destruction. Nova York : Crown Publishers, 2016.

PARISI, Luciana. Contagious Architecture: Computation, Aesthetics and Space. Cambridge, MA: MIT Press, 2013.

PASQUALE, Frank. The Black Box Society: The Secret Algorithms that Control Money and Information. Cambridge: Harvard University Press, 2015.                                 

PASQUINELLI, Mateo. Um diagrama do capitalismo cognitivo e da exploração da inteligência social geral. 16 de março de 2010. Disponível em:  <http://matteopasquinelli.com/docs/Pasquinelli_PageRank.pdf* traduzido pelo coletivo Vila Vudu> Acesso em 10 de abril de 2018.

______. Anomaly Detection: The Mathematization of the Abnormal in the Metadata Society, 2015. Disponível em:

https://www.academia.edu/10369819/Anomaly_Detection_The_Mathematization_of_the_Abnormal_in_the_Metadata_Society. Acessado em: 01 de maio de 2018.

REGATTIERI, Lorena. Dobras Dobras#5 // Algoritmização da vida: revirando os fundamentos da automação, 2018. Disponível em: < http://medialabufrj.net/blog/2018/06/dobras5-algoritmizacao-da-vida-revirando-os-fundamentos-da-automacao/>

REIGELUTH, Tyler. Why data is not enough: Digital traces as control of self and self- control. Surveillance & Society. 12(2): 243-354, 2014.

SRNICEK, Nick. Platform Capitalism. Malden: Polity Press, 2017

TERRANOVA, Tiziana. ‘’Red Stack Attack: Algorithms, Capital and the Automation of the Common’’ in R. Bishop, K, Kensing, J. Parikka and E. Wilk eds. across and beyond . A transmediale Reader on Post-digital Practices, Concepts and Institutions. Berlin: Sternberg Press, pp. 202-220, 2016.

TUFECKI, Zeynep. We’re building a dystopia just to make people click on ads.  Palestra proferida no TED Taks, Monterey (California), set. 2017. Disponível em:

https://www.ted.com/talks/zeynep_tufekci_we_re_building_a_dystopia_just_to_make_people_click_on_ads?language=pt-br

ZUBOFF, Shoshana. Big Other: Surveillance Capitalism and the Prospects of an Information Civilization. Journal of Information Technology, n. 30, pp.75–89, 2015.

_______. Secrets of Surveillance Capitalism. Publicado em 05 de março de 2016. Disponível em: <http://www.faz.net/aktuell/feuilleton/debatten/the-digital-debate/shoshana-zuboff-secrets- of-surveillance-capitalism-14103616.html?printPagedArticle=true#pageIndex_2  > Acesso em: 4 de abril de 2018.

Apoio


Os comentários estão desativados.